Ecocardiograma com Estresse Farmacológico

Ecocardiograma com Estresse Farmacológico

Permite o diagnóstico e localização de obstruções das artérias do coração. O exame tem um papel especial nos pacientes com teste ergométrico (esteira) positivos, sendo capaz de confirmar ou descartar a presença de obstrução grave nas artérias e nos pacientes que são incapazes de realizar atividades físicas.

Para a realização do exame é necessário puncionar uma veia no braço e oferecer medicamentos como, a dobutamina e a atropina.

Contraindicações

  • Insuficiência respiratória aguda ou crônica sem suporte ventilatório;
  • Sinais de choque, arritmias instáveis ou instabilidade hemodinâmica;
  • Infarto agudo do miocárdio ou angina instável recente (inferior a 30 dias);
  • Estenoses valvares importantes e/ou sintomáticas;
  • Cuidados relativos aos medicamentos a serem utilizados: (1) Dobutamina: hipertensão arterial descontrolada, arritmias ventriculares e/ou reações adversas ao medicamento; (2) Atropina: hiperplasia prostática sintomática, aumento da pressão ocular e/ou reações adversas ao medicamento; (3) Metoprolol: história (seria histórico?) de asma grave, doença pulmonar crônica ou ‘chiados no peito´, pressão baixa ou picos hipertensivos, além de possíveis reações adversas ao medicamento.
  • Gestação.

Orientações

  • O uso de betabloqueadores (propranolol, atenolol, bisoprolol, metoprolol,nebivolol, outros) deve ser suspenso idealmente 5 (cinco) dias antes da realização do exame, sempre de acordo com as orientação do médico assistente.
  • Obrigatória a presença de acompanhante.
  • Jejum de 6h para sólidos e de 4h para líquidos.

Como é feito

Após a realização de uma ecocardiograma convencional, o paciente recebe medicamentos por via intravenosa (aplicados na veia) e em doses crescentes a cada 3 minutos (chamados “estágios do exame”), promovendo aumento da freqüência e da força de contração do coração. Durante a realização do exame, são verificadas continuamente a pressão arterial, a freqüência, o ritmo cardíaco, além dos níveis de oxigênio no sangue e também são realizados eletrocardiogramas em cada estágio. O paciente permanece em repouso durante 30 minutos após o término do exame. Após 60 minutos, pode retornar à sua rotina, sem restrição de dieta. Caso utilize medicação de uso contínuo, esta deverá ser ingerida normalmente.

Indicações

Confirmação ou exclusão de doença coronária em pacientes com teste ergométrico positivo e baixo risco da doença;
Em casos de suspeita de obstrução das artérias coronárias, responsáveis pela irrigação do músculo do coração (doença arterial coronária);
Para reavaliação de pacientes submetidos à cirurgia de revascularização miocárdica (ponte de safena ou de mamária, etc.) ou angioplastia coronária com ou sem colocação de stents.
Outras.